Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




TITULOS NA EUROPA!?

por BENFICA365, em 26.02.16

È muito provável que até à data de eu bater as botas, e nada de fantasioso acontecer nos actuais paradigmas do futebol europeu, não assistirei ao Meu Benfica conquistar a Liga dos Campeões em futebol. A realidade e factos consumados, a Liga dos Campeões tornou-se num monopólio para quatro a seis "tubarões": Barcelona, Bayer Munique, Real Madrid, logo à cabeça e com novos ricos à perna. Terá que escorrer muita "sorte" para que o Benfica conquiste a Liga dos Campeões.

 

Apesar do estatuto de "missão impossível", jamais o Benfica deve(rá) desistir ou abdicar de tal missão!

O Benfica nunca deverá desistir, nunca deverá abdicar da luta, pelo melhor resultado possível na Liga dos Campeões ou até quando "jogado" para a Liga Europa. Nunca, nunca, nunca, nunca, nunca, nunca, nunca!!! Nunca se render à força, nunca se render ao poder aparentemente esmagador do "inimigo". E muito menos render-se às "vontades" pessoais de quem está a frente do Clube e ou da equipa. A ambição jamais poderá desaparecer!!!

 

Ao sair de uma competição europeia prefiro sempre, mesmo que magoe a alma, que seja por incompetência dentro de campo, mesmo que tenha que viver os "celta de vigos" desta vida futeboleira, do que sair por "intenção" sentenciada antes da equipa entrar para dentro de campo.

Mesmo que os seus feitos sejam desacreditados, enxovalhados e até ignorados por todos os antis, o Benfica não pode adbicar de pelo menos tentar, o Benfica deve ficar sempre insatisfeito sempre que a "missão impossível" não lhe corra bem. Pois para mim, vencer passa muito por não deixar de lutar pelos nossos sonhos, por mais impossíveis que eles sejam. Època após época nunca desistir de recomeçar a superação da "missão impossível". A nossa história assim o exige!

Quem sabe um dia?...por cá dizem, que num ano bom, até as moscas dão leite...

 

Agora, quem desiste/adbica do sonho, sem dar a ele, ao menos uma real oportunidade de ser realizado deve dar lugar a outros ou simplesmente não participar. Creio que até a verdade desportiva era mais insuspeita. Mas não quero entar muito por esse campo, mas quem entra para dentro de campo "indiferente" ao resultado final...Não faz sentido ter o desejo e a pressa de sair das competições europeias (repito para isso, simplesmente não participavam), com o objectivo/desculpa de ganhar o campeonato. Ainda bem que quem tão pequeno sonhava já foi embora do Clube!

Mesmo que no fim da época nada se ganhe, a alma ande pelas portas da amargura, pelo caminho, nada, seja grande ou pequeno, importante ou não, deve ser desprezado! A nossa história assim o exige!

 

Eternamente Sport Lisboa e Benfica

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:56


4 comentários

De António a 26.02.2016 às 16:22

"Ao sair de uma competição europeia prefiro sempre, mesmo que magoe a alma, que seja por incompetência dentro de campo, mesmo que tenha que viver os "celta de vigos" desta vida futeboleira, do que sair por "intenção" sentenciada antes da equipa entrar para dentro de campo."

Muito bom!

De Anónimo a 26.02.2016 às 15:28

Parabéns pelo excelente Post.

De Ao Colinho do Isaías a 26.02.2016 às 13:28

Caro Benfica365,

A minha opinião é que desde que se alterou o formato da Taça dos Clubes Campeões Europeus para esta Liga dos Campeões, que esse monopólio que refere acontece, com algumas excepções, naturalmente.

Nunca fui a favor disso. Sei que financeiramente não é tão vendável, mas competitivamente é absolutamente correcta o formato de eliminatórias puras desde a primeira ronda, como era antes dos anos 90, na antiga Taça. Só que o futebol nesse tempo também era outro. Tinhamos clubes na Europa com muito menos estrangeiros que agora (se isso era bom ou mau, deixo para outros opinarem), permitindo que surgissem "blocos" futebolísticos de certas gerações em certos países, que permitiam uma maior e mais interessante competição e, consequentemente, repartição de títulos.

O formato actual, quer se goste quer não, é feito de forma a ser um clube com um plantel extenso em quantidade e qualidade a vencer a prova - já tendo também em conta o aumento do número de jogos no total de uma época desportiva (com taças internas, selecções, etc).

Só em épocas em que os habituais "tubarões" financeiros estejam debilitados, poderá haver lugar a um intrometimento de outros clubes menos poderosos. Caberá ao Benfica, tendo uma gestão futebolistica competente a médio/longo prazo (o que, honestamente, duvido), apresentar sempre uma equipa capaz de chegar aos Quartos-de-Final da competição, por forma a aproveitar uma das épocas "baixas" dos habituais candidatos e poder competir pela vitória final. Só assim o vejo possível, neste actual formato.

Cumprimentos,
Isaías

De Caravela a 26.02.2016 às 13:04

Et Pluribus Unum! Meu General!

Comentar post



Dobradinha 2016/2017


26ª Taça de Portugal


Tetracampeões


TRICAMPEÕES


BICAMPEÕES


Triplete


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D



Links

UNIVERSO BENFIQUISTA

  •