Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Neste principio de época, penso e repenso no extremo infortúnio que acompanha os nossos principais craques.

Lesões, novas lesões, recaídas, é muito azar! Parece que o mundo inteiro se uniu para nos tramar.

Sim, é muito azar! Não podermos apresentar-nos na nossa máxima força!

Tentar sem prova verificada, jogar ou cair tudo para cima do departamento médico do Benfica, creio que é uma tentativa da nossa parte harmonizar a revolta que nos vai na alma. Harmonizar tamanha agitação até mesmo, de frustação por tanto jogador encontrar-se no estaleiro. Mais do que isso, entendo que é isensato.

Não quero de todo desresponsabilizar o departamento médico do Benfica de um ou outro caso, Jonas em concreto esta época e o do Gáitan a época passada. São casos de tirar qualquer um do sério! 

Contudo apanhar culpas de e por todos os casos, também não.

Ora vejamos:

André Almeida, choque frontal violento contra guarda-redes adversário;

Zivkovic está a pagar o preço de muitos meses no inactivo;

Jimenez chega lesionado da selecção e rezam as crónicas que forçou a sua permanência dentro de campo.

Mitroglou chega lesionado da selecção.

Lindelof, chegou todo fatigado e roto dos compromissos da selecção.

Relembro por esta altura, no ano passado perdemos o Nélson Semedo onde? Num jogo da selecção!...

Rafa chegou a realizar três treinos? Joga, tem uma lesão muscular, poderia acontecer a qualquer um.

Jardel cura-se de uma, mete-se noutra. Nova lesão, porra!

Creio portanto que são infortúnios e não incompetência.

Depois existem casos, como os de Fejsa, de Júlio César e até do próprio Sálvio, que apesar de serem valentes dores de cabeça para o departamento médico, até pelo próprio historial clinico dos jogadores em questão, reconheço que estes estão a ser conduzidos de maneira positiva.

 

Quando parece que todo o universo se juntou para conspirar contra nós:

Seguem-se as soluções!!!

«Pedras no caminho? Eu guardo todas. Um dia vou construir um castelo.» - Nemo Nox

 

Eternamente Sport Lisboa e Benfica

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:17


NA PRÁTICA....

por BENFICA365, em 21.07.16

Gaitan foi "despachado" por 3 milhões!

I rest my case.

 

Eternamente Sport Lisboa  e Benfica

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:59

Tinha a  sagaz esperança que o negócio, caísse... que uma das partes abandonasse o negócio...

Mas prontos, são qualquer coisa como 185 Milhões de euros NÃO VERDADEIROS....

 

Gaitán é o craque da bola, mas no decorrer dos seis anos que por cá Gaitán passou,  fora de campo raiou da mesma pessoa outro craque: o Nico...

E hoje, dia do "adeus oficial", deixo o registo, o elogio para um craque, que não nasceu de berço Benfiquista, nem de tenra idade alguém o empurrou para o Benfiquismo, contudo chegou deu-se e entregou-se ao Clube e ao Benfiquismo: o Nico!

 

Fico-te grato, tiveste a sapiência de ao longo de seis anos de compreender, respeitar, viver, sentir e existir como Benfica.

Tiveste a sapiência de compreender a grandeza do Clube, de compreender a loucura apaixonada, livre e sem limites do seu Povo, e fazer-te um de nós.

Conquistaste-me, e por isso custa muito ver-te partir...

 

Quem chorou como tu choras-te...

As tuas simples, mas sábias (acima de tudo sentidas) palavras explicam e definem os teus seis anos de Benfica:

"Cheguei como Gaitán, e saio Nico!"

 COM AUTORIZAÇÃO PRESUMIDADA:  https://www.facebook.com/Aposto-que-consigo-encontrar-um-milhão-de-Benfiquista

 

p.s. Apesar de algumas vezes irritares os "rintintis", Gaitán ( o craque da bola) foi um enorme prazer.

 

Eternamente Sport Lisboa e  Benfica

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:50


CHORAMOS JUNTOS...

por BENFICA365, em 21.05.16

Deixando-me "vender" pela saída de campo e pelas lágrimas de Gaitan...

Os idolos, os craques são assim, quase que colocam a vitória e as conquistas dos seus clubes para segundo plano. A (quase consumada) saída de Gaitan do Clube neste defeso (está oficialmente aberta a silly season 16/17), passou a assunto maior que a conquista da sétima Taça da Liga pelo Benfica.

Eu fui Gaitan ao longo deste seis anos.

Fui Gaitan na arte, na classe, na magia, na fantasia, nos passes mágicos para golo e nos seus golos.

Fui Gaitan naquele pé esquerdo...

Fui Gaitan, nos falhanços, naquele drible a mais, naqueles lances onde o mais difícil era mesmo falhar... 

E Gaítan...

ao longo destes seis anos foi tornando-se naquilo que eu sou/ nós somos: Benfiquistas!

Gaítan passou a ser um dos nossos! Eu acredito naquelas lágrimas! Eu acredito, já são as saudades...

Saiu grato e a chorar. Eu fico grato e também a chorar...choramos juntos no teu nobre adeus ao Manto Sagrado! Choramos juntos, o Benfica é muito isto EMOÇÃO, PAIXÃO, não há meio termo!

Também bato com a minha mão no peito...GRATO POR TUDO NICO!

 

p.s. e se as negociações à ultima da hora se fodessem!!! I Cross my fingers.

 

Eternamente Sport Lisboa e Benfica

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:28


OS TRICAMPEÕES - UM A UM

por BENFICA365, em 16.05.16

Em poucas palavras, ou numa singular adjectivação, os "Homens" que encarregaram-se de prendar-nos com o Tricampeonato!

 

Júlio César- Imperador;

Ederson- Tremendo;

Paulo Lopes- Benfiquista;

André Almeida- Seguro e certinho;

Nélson Semedo- Empolgante:

Jardel - Foi um lider na ausência do Capitão, mas a adjectivação mais correcta é: Guerreiro;

Lindelof- Glaciar;

Eliseu- Constante;

Grimaldo- Promissor;

Sílvio- Suplente;

Clésio- Brincadeirinha do Rui Vitória;

Luisão- Líder, Capitão;

Lisandro- Arrojado

Fejsa- Varredor, tractor, Talismã (o homem só sabe ser campeão)

Pizzi- Fulcral;

Renato Sanches- Trinta e cinco;

Sálvio- Lutou para superar as suas próprias adversidades. Esta época não contou, mas para a próxima Sálvio vai partir a loiça toda.

Samaris- Utilitário de luxo;

Gonçalo Guedes- Em ebulição;

Gaitan- Mágia, arte, criatividade;

Talisca- Taliscada;

Carcela- Petulante;

Cristante- ainda tenho esperança neste puto;

Nuno Santos- Azarento;

Ola John- Tudo e nada ao mesmo tempo;

Vitor Andrade- Copy paste de  "mau" Robinho;

Djuricic- birrento, bebé chorão, menino mimado;

Jonas- Marca, joga, faz jogar, Brutal, o dono disto tudo!;

Mitroglou- De pobre dispensado pelo "criador" a Todo Poderoso no ataque do Glorioso;

Jimenez - Mantorras mexicano;

Jovic- futuro?

Adeptos- Et pluribus unum, COLINHO;

 

Rui Vitória- È com muito orgulho que recebo esta "bofetada" da parte do nosso treinador. Orgulhoso por engolir tudo o que eu disse.

Em primeiro lugar as minhas sinceras desculpas ao Rui Vitória. Pelas atrozes e impiedosas palavras, pelos paupérrimos palpites de treinador de bancada, na altura entendi que tudo isso era justo, faltou-me paciência... mas o quanto, queria estar errado! Pelo Benfica nunca desejei tanto estar enganado. Obrigado, muito obrigado, Rui Vitória por provares que estava errado! Vences-te por ti, vences-te por nós, vences-te pelo Benfica.

 

Luis Filipe Vieira- Corajoso! Definiu uma estratégia, apostou, para já saiu premiado! Parabéns, Presidente!

 

Eternamente Sport Lisboa e Benfica

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:05


QUEM JOGA NO LUGAR DE JONAS?

por BENFICA365, em 13.04.16

Quem joga no lugar de Jonas é a escolha díficil ou o dilema para qual só o Rui Vitória já encontrou solução.

È a dúvida a que todos os especialistas, comentadores, treinadores de bancada tentam opiniar e justificar...alguém vai acertar...

 

Não é fácil substitur Jonas. Não há Jonas por aí aos pontapés, às resmas, ou às paletes... 

No entanto liberto a minha opinião de treinador de bancada (já digo isto há muito tempo): no plantel do Benfica estão dois jogadores que produziriam muito mais colectivamente e individualmente na posição de 2º avançado, são eles Talisca e Gonçalo Guedes.

Mas só jogavam na condição de não haver Jonas...e esta noite não há....

E entre um e outro, prefiro e a minha escolha para substituir o Jonas seria o Gonçalo Guedes.  

Já agora:

se não dá, não  impõe, não força! Joga Carcela em vez de Gaítan, e o mesmo serve para Mitroglou, joga o Jimenez.

A expressão do Rui Vitória que tornou-se regra: é para jogar nos limites, na red line, então todos têm que estar disponiveis para exceder o limite das suas capaciades fisicas. 

 

Eternamente Sport Lisboa e Benfica

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:50


HOJE A VITÓRIA, É DO RUI!

por BENFICA365, em 09.04.16

Rui Vitória mexeu bem na equipa!

Arriscou muitíssimo, mas não podia ser de outra forma. Não o "perdoaria"! O empate não servia para nada!

 

Primeiro tentou dar largura ao jogo atacante do Benfica com a entrada do Carcela para a saida do Pizzi. Carcela procura sempre receber a bola junto à linha e apartir daí criar desequilibrios no 1X1, no 1X2. Pizzi procura sempre terrenos centrais e pelo meio hoje não dava, andava por ali muitas pernas, troncos, etc. Rui Vitória arriscou um "tantito" (se arriscou) perder o controlo do meio campo, ou na saída de bola para o ataque, mas Carcela podia ser o abre-latas para desmontar a linha defensiva de cinco mais dois homens da Académica, que já se sabia e percebia que não iria sair de lá detrás. Carcela tem pique rápido, tem drible e mexeu com o jogo como é seu apanágio.

 

De seguida opta pela entrada de Talisca e consequente saída do Samaris. Percebe-se imediatamente a intenção de Rui Vitória, aproveitar as caracteristicas do Baiano, nos remates fora da área. Apostou num golaço vitorioso. Apostou colocar o Baiano na "carreira de tiro". Num ressalto de uma bola à entrada da área, numa jogada colectiva colocando o Talisca pronto a disparar, e ou ainda jogada individual do Talisca, a tipica arrancada pelo meio até ao disparo à entrada da área. Entrou com ordem para disparar à minima oportunidade.

 

E por fim a substituição JOKER! Não desarmou a dupla de atacantes e somou mais um! A saída de Eliseu, entregando todo o corredor esquerdo ao Gáitan, para a entrada do Raúl Jimenez para o forcing final. Bolas despejadas para a área da Académica, tentando numa dessas bolas ser feliz. E assim foi...num movimento todo ele recheado de qualidade do "JOKER" da noite. A recepção orientada colocando a bola redondinha pronta para fulizar o "anti jogo trigueira". Para mim é um grande golo!

 

Há jogos e já a velha raposa Trapatonni dizia, se existem jogos que não podes ganhar, não perdes, empatas(!), contudo nestas finais já disputadas e as que faltam disputar até ao final do campeonato, face à distância  e desvantagem no confronto directo para com o segundo classificado, empatar ou perder vai dar quase tudo ao mesmo.

Mesmo que hoje a vitória não nos acalentasse a alma, só tinha elogios para o treinador Rui Vitória, pela sua audácia, perdão pela sua sabedoria.

 

Eternamente Sport Lisboa e Benfica

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:56

È chato, jogar contra este União!

 

Não sai dos seus últimos trinta metros, não se desmonta, não desarma nem desamarra a ideia de jogo mesmo a perder...perder por poucos também deve dar pontos? Simplesmente ficaram à espera do tal lance de sorte, à espera do milagre. 

E temi por isso...os nervos estavam dispostos a atraiçoar-me, o segundo golo não chegava e como no União não jogava o porreiraço do Tonel...

Para ser ainda mais chato, o seu Guarda-Redes teve uma atracção fatal pela bola... não sei como não se lembraram de praticar anti-jogo. Valeu-nos isso...

Diram muitos, cada um joga com as armas que tem, pois se o União tratou de ministrar as suas, coube ao Benfica recorrer à sua principal arma: o Pistoleiro do costume, Jonas!

Jonas quebrou a força do União. 

O golo apareceu cedo, como se pretende principalmente nestes jogos com equipas arrumadinhas lá atrás, embora o golo da tranquilidade apareça perto do fim do jogo, o Benfica deve a si mesmo e ao guarda- redes contrário o acumular de lances de golo perdidos.

 

Rui Vitória entendeu face ao castigo de Eliseu, dar a oportunidade à estreia absoluta na Liga ao Grimaldo, que confirmou os créditos e os rótulos a si associados, espero que tenha mais oportunidades. Face aos eventuais castigos e respectivas ausências do derbí do próximo Sábado, o técnico poupou Renato Sanches e André Almeida, provavelmente até pouparia Jardel mas não há outro.

Para os seus lugares "saltaram" para o onze Nélson Semedo e Talisca. Se a displicência do Talisca a abordar certos lances dispara-me o rol de asneiradas proferidas, parece que anda para ali a pastar, noutros nem parece o mesmo jogador...lembra-me "exibicionalmente" o Ola John. Ou Talisca faz "clic" ou então não lhe vejo um grande futuro, como cheguei a projectar. Já Nélson Semedo fez uma exibição inteligente, ainda longe da sua forma fisica, não complicou, foi eficaz, jogou simples, e jogou "feio" quando sentiu necessidade disso...bola para fora é melhor que jogar bonito e depois dar torto.

Fazer descansar Renato Sanches  e André Almeida  e estrear Grimaldo foi um risco calculado da parte de Rui Vitória, saiu premiado.

 

Se Talisca foi fugaz e algumas vezes foi displicente, Gaitán foi a displicência em pessoa. Gaitán goza com mérito de algum estatuto junto dos Benfiquistas, eventualmente "fugiu" das suas responsabilidades no jogo de hoje porque ainda não se sente a 100%,  mas de qualquer das formas Nico, têm que rever esta sua exibição. Mas seja o caso de uma questão física, do jogador não se encontrar na sua plenitude física - não dá, não arrisca Benfica! Porque para ter um Nico assim dentro de campo, não dá, espero sempre muito do nosso mágico, e é arriscar com a "lotaria" do agravamento da lesão.

 

Cumprimos com a nossa parte, era o desejado e o pedido, foi alcançado, logo siga para derbí.

 

Eternamente Sport Lisboa e Benfica

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:08


EFICÁCIA TREMENDA!

por BENFICA365, em 31.01.16

Hoje foi praticamente cada tiro cada melro! Tremenda eficácia!

 

Não foi tão empolgante como o último jogo de Terça- Feira, não houve abundante nota artística, não houve festival de golos perdidos, ainda assim não lhes demos hipóteses e deu para golear. Quatro situações de golo, quatro bolas lá para dentro. Depois até podiamos ter marcado mais um ou outro...

Com a subida de rendimento colectivo fica (mais) fácil para jogadores como Pizzi, Jonas, Gaitan, Mitroglou explanar o seu futebol. Fundamentais na construção do resultado de hoje. Estão exibindo-se a um nível fantástico. Soberbo momento de forma de Pizzi!

Se dizem que Jonas e Mitroglou não se dão bem?.. pois, que assim continuem!

Jonas 20 jogos - 21 golos, 0 cotoveladas!

E o mini-estádio da Luz!? Arrepiante!

 

O menos positivo do jogo, Lisandro López foi substituído no decorrer da segunda parte, devido a lesão. O defesa-central parece-me que acusou um problema muscular. Foi assistido, reentrou em campo porém, estender-se-ia no relvado pouco depois, com as mãos no rosto, sendo retirado de maca. A saida de maca não me deixa nada confiante...È tudo menos o que o Benfica precisa para enfrentar um Fevereiro quente e decisivo esta lesão de Lisandro. Fevereiro é a doer e esta lesão (pausa para respirar e suspirar que não) é foda!

E Gaitan...Gaitan meu Senhor!!! Jogas-te a tua "sorte" e a do Benfica, junto da linha lateral, por insólito que pareça o Boi oliveira (o tal que negou-nos três penalties frente ao Rio Ave na Luz... mas como esquecemos de pedir amorosamente ao Vitor Pereira para nunca mais este Boi apitar um jogo do Glorioso, calhou-nos em sorte), não foi no embuste do jogador do Moreirense...quem se coloca a jeito Senhor Gaitan... a resposta jamais poderá ser a que o Senhor teve.

 

Ainda assim Boi oliveira tentou ser sacaninha, muito hábil a empurrar o Benfica para o seu meio-campo. Uma catrafada em sequência de faltas dos "moreirenses" em especial o "lagartito" palinha de garras afiadas que o Boi nada assinalou. E os lances na área, Jardel e Jonas?

Quando o jogo estava 0-1, tirei a pinta toda à actuação do Boi oliveira. Digna de outros registos ou Bois. São as tipicas apitagens que passam despercebidas sem casos polémicos, passam longe dos holofotes dos chulos do teclado e dos técnicos de análise arbitral semanal espalhados por toda merdia desportiva nacional, mas que decidem jogos. A apitagem morreu com o 0-2 à beirinha do intervalo, porque senão a 2ª parte prometia mais do Boi.

Começa a despertar e a merecer atenção, o "scouting" a partir de hoje estará mais atento às apitagens do Boi manuel oliveira.

 

Eu sei que muitas vezes dou importância demais a coisas irrelevantes, por problemas que afinal não são problemas, e elas (as coisas irrelevantes) são um "assuntão"... não gosto de sofrer golos, principalmente da maneira que foi. Desculpem mas sou assim, fiquei lixado com o golo do lagartito, em quase tudo igual ao golo sofrido na passada Terça Feira para a Taça CTT. Já a semana passada com o Arouca foi a mesma porcaria: ao cair do pano, no último suspiro...eventualmente muitos jogadores já estão a pensar no duche. Não pode ser! Evitável os golos como também o meu ilusório perfeccionismo também!  Mas eu sou assim, é "assuntão". Não gosto, não gosto e não gosto!

 

Eternamente Sport Lisboa e Benfica

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:58


A NÃO NOTA ARTÍSTICA DA NOITE DE ONTEM

por BENFICA365, em 27.01.16

Ontem foi sem dúvida uma bela noite para ir/ ver futebol em Moreira de Cónegos.

 

Muitos Golos e Muita Nota Artística!

Talisca apontou um hat-trick, não um hat-trick puro, mas um hat-trick, Gaitan foi artista, pincelou momentos mágicos, a "dupla da direita" do ínicio de época - Semedo e Guedes estiveram a um bom nivel, Raúl é Raúl não desgosto, mas tem a mania de facilitar a vida aos guarda-redes e Lindelof seguro quase à patrão e Grimaldo fez a sua estreia com o manto sagrado, indicou e confirmou onde é realmente forte, no apoio ao ataque, qualidade a cruzar. Do outro lado, a remar contra uma onda avassaladora um "lagartito" cheio de genica e  fogachos de magia no pé esquerdo, Iuri Medeiros.

 

De tanta nota artística, sobra apenas quem borrou a "pintura".

Ontem Renato Sanches deve ter excedido e à fartazana o record mundial de asneiradas em 55 minutos dentro de um campo de futebol. Digno de registo no World Book of Guiness!

O Renato fez um rol de asneiras, um arrolamento de péssimas tomada de decisões, umas atrás das outras.

Péssimo na entrega da bola aos companheiros, péssimo no timming de libertação da bola, ora agarrava-se demasiado, ora endossava cedo demais, incorreu sistemáticamente em faltas completamente desnecessárias, correrias tontas, dispensáveis e inconsequentes...dizem que a irregularidade exibicional é parte integrante do processo de aprendizagem e evolução de um jovem na mais alta roda do futebol. Compro a ideia.

Renato Sanches tem (já) Domingo para corrigir tudo o que de mal fez na partida de ontem. Com um golaço de preferência.

 

Eternamente Sport Lisboa e Benfica

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:31


Dobradinha 2016/2017


26ª Taça de Portugal


Tetracampeões


TRICAMPEÕES


BICAMPEÕES


Triplete


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D



Links

UNIVERSO BENFIQUISTA

  •