Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




HÀ ALTERNATIVA À CHOUPANA!

por BENFICA365, em 04.10.15

Basta ter vontade, basta a "força de vontade" aniquilar as habilidades dos faraós, dos doutores, dos engenheiros desta minha linda terra!

 

Como madeirense, como português, como adepto do futebol, isto assim não é viável. Não poderá continuar! Já chega, basta! A Choupana não pode continuar a criar dificuldades tanto aos clubes como aos adeptos.

È uma vergonha para o futebol português! È certo que ninguém manda no tempo, mas isto que se passa (mais uma vez na Choupana), o "nevoeiro" tem que ser resolvido de vez. Pode-se  muito bem evitar que o futebol chegue à Choupana! Lembro que os três clubes: Maritimo, Nacional, União, quando estavam os três na 1ª Divisão, utilizavam o mesmo estádio, o dos Barreiros.  Onde o nevoeiro não passa por lá.

 

Afirmo, terá que existir forçosamente um definitivo bate pé das entidades politicas da região para com os clubes. È daqui que têm que obrigatóriamente partir a "força de vontade". Um abanão, ou sendo mais radical uma quebra definitiva com politica desportiva da regência governativa madeirense que vigorou e teima em vigorar. O abuso e a promiscuidade existente entre os clubes da Madeira e Governo Regional nunca agradou a ninguém. Excepto aos farónicos dirigentes dos respectivos clubes e a meia dúzia de doutores e engenheiros cá do burgo.

Permitiu-se e infelizmente ainda é permitido muita libertinagem. Ninguém honra ninguém.

È tempo de acabar com estas situações. Existe um estádio, o dos Barreiros, que foi dado de borla ao Maritimo pelo Governo Regional, sem contrapartidas financeiras, um espaço e património público a zero euros, a obra da remodelação do estádio é expressa em largo género,  número e grau comparticipada financeiramente pelo Governo Regional, i.e por dinheiros públicos e nenhum erudito do Governo lembrou-se que deveria "obrigar" o Maritimo a certo tipo obrigações, contrapartidas e ou cedências. Contratos programa com outros clubes, associações, escolas etc. Uma mão leva à outra...mas em primeiro lugar, o fulcral da coisa  porquê a cedência gratuita!? Nesta terra foi dos poucos que levantei a voz...contudo uma andorinha não faz a primavera.

 

Muitos têm medo dos faraós, dos engenheiros e dos doutores, afinal estes controlam muito do tecido empresarial regional, e continuam a dispor das pessoas como guardanapos...e numa altura de vacas magras, ter trabalho é mais do que sagrado. È sim a tudo, baixa-se os cornos e siga... pois o que conta é trazer o pão para a mesa.

Não se entende, do orçamento do Governo Regional é "esbanjado" milhões de euros para os clubes, época após época, mas depois dos clubes nada é exigido pelo Governo. Mas o que é que custa ao Governo Regional "obrigar" o Maritimo a ceder os Barreiros ao União. Mas que mixaria frouxa que lidera os destinos da Madeira è esta? Não é capaz de ordenar, endireitar e por cobro às brigas entre as comadres (faraós) maritimistas, nacionalistas e unionistas, quando são detentores das SAD´S dos clubes ou investidor principal? Quando são os principais "pai"trocinadores dos clubes! Esta terra é demasiado pequena, para cada qual exigir ter de borla uma luxuosa piramide, assim como os custos e manutenção das mesmas.

Por vezes na brincadeira, digo que são os clubes, os de cá da ilha, que têm o maior número de sócios. Todos nós (trabalhadores) contribuimos com o nosso dinheiro, com os nossos descontos.  

 

Depois, deste trabalho de cepa, só para gente de tomates grandes, gente sem medo dos faraós, dos doutores e dos engenheiros cá da terra, a Liga de Clubes e a Federação em conjunto devem incluir-se nos trabalhos. Na calendarização dos jogos, e isso até está a ser feito, a exemplo, esta época o Maritimo quando joga fora, o União joga em casa...poderia muito bem realizar os seus jogos nos Barreiros. 

Mas num caso especifico de um determinado jogo seja transferido para o dia seguinte?

Quem garante, quem é o "metereologista" que caso o jogo seja adiado para o dia seguinte, faça a prerrogativa que o nevoeiro não volta a comparecer!? 

Brinca-se muito ao futebol, neste país.

Os jogos deviam ser todos no caldeirão dos Barreiros. E entre os três, Maritimo, Nacional e União: dividir para reinar!

No rigor e na intransigência, na Liga existe um regulamento para os estádios, não poderão existir excepções. Ou se tem, ou não se tem as condições para jogar na Liga. SIMPLES!

Mas principalmente a Liga de Clubes, deve de todo ser intransigente na defesa, na protecção ao consumidor do futebol. O ADEPTO! 

Eu sei que vou voltar a subir à Choupana, é absoluto. Eu fico por cá, e todo o ano. Outros vão ser certamente ressarcidos do valor do bilhete. Mas e agora quem veio do "contenente"? ...A ilha é linda e a poncha è brutal, mas foi pelo Glorioso que vieram prá ilha... Sem defender os adeptos, sem defender o espéctaculo caro "Querido" caminhamos para cada vez mais para um crescimento/reforço do adepto do sofá e estádios vazios.

A Choupana não poderá continuar a seu belo prazer e deleite prejudicar e a lesar os adeptos e os clubes

 

Resta agora saber quando é que a onda vermelha volta a subir à Choupana!

 

Eternamente Sport Lisboa e Benfica

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:54


3 comentários

De Ao Colinho do Isaías a 05.10.2015 às 15:00

Caro Benfica365,

Em nenhuma liga de elite ocorre o empréstimo dos estádios e não me parece nem coerente nem justo que se recorra a esse meio, excepto em casos de força maior, claro.

Não vemos o Bournemouth deixar de jogar no pequeno (comparativamente) estádio que é seu historicamente para pedir emprestado um recinto maior quando recebe os grandes clubes da Premier League . Nem é permitido, normalmente, nem é justo que o façam. Investir num clube não é só arranjar uma equipa e tentar competir, é ter infra-estruturas . E se há clube que sempre, ao longo da sua História, teve nos seus sócios a profunda compreensão da importância das infra-estruturas para o crescimento do clube, esse foi o Sport Lisboa e Benfica.

É claro que isso traz-nos a outro ponto importante, relativamente à organização da nossa Primeira Liga: é que esta é suposto albergar a elite do nosso futebol. No entanto temos 18 equipas das quais apenas 10 (e já estou a ser simpático) têm equipa para jogar futebol ao mais alto nível. As outras vão sobrevivendo, com dificuldade, muito anti-jogo , muito suor, sim, mas pouco futebol.

Numa altura em que a polémica em torno da venda dos direitos televisivos da Liga, promete estalar mais dia, menos dia, deve olhar-se para a redução do número de equipas na nossa Primeira Liga. Elite é elite. Quem lá está merece pelo futebol e não apenas porque é menos mau que os outros que desceram. 10 equipas, digo eu, com 4 voltas, 36 jogos no total. As maiores ligas da Europa têm 38 jogos numa época, não é dramático.

Mais: afirmo que é essencial que se determine quais são os mínimos de condições necessárias para que um estádio seja registado como recinto de um clube da Primeira Liga. Quem não apresenta estádio em condições, não pode participar. Não basta ter equipa, há que ter local condigno para a alojar. Se há aluguer de outro estádio, então esse que seja por toda uma época desportiva, sob a premissa de que o clube em questão terá de encontrar uma solução permanente, se quer permanecer na Primeira Liga.
Adicionalmente, terá, também, de ser proibida a instalação de bancadas temporárias. Bancadas, só permanentes e com as devidas condições.

Quando isto acontecer, ver-se-á quais são os clubes que estão dispostos a investir não só na construção de uma equipa que "vá chegando" para os primeiros dos últimos, mas em verdadeiramente crescer como instituição, como clube de futebol.
Quem não quisesse, teria de contentar-se com, no máximo, a Segunda Liga.

Cumprimentos,
Isaías

De BENFICA365 a 05.10.2015 às 15:57

Grande Isaías:

Deverá fazer deste seu comentário, um post no seu "tasco"!
Brilhante!
E porque todos nós pensamos futebol, desde lado, juntamente com outros que tais, os nossos neurónios também "andam" há muito tempo a defender um liga de 10/12 equipas.

Saudações Gloriosas

De Ao Colinho do Isaías a 05.10.2015 às 16:03

Caro Benfica365,

Está bem. Porque não?
Vou pôr lá.

Realmente não temos nem condições nem tamanho para 18 equipas numa Primeira Liga. É absurdo.

Abraço,
Isaías

Comentar post



Dobradinha 2016/2017


26ª Taça de Portugal


Tetracampeões


TRICAMPEÕES


BICAMPEÕES


Triplete


Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D



Links

UNIVERSO BENFIQUISTA

  •