Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Danilo tem rótulo de promessa, e ninguém é capaz de vender melhor esse rótulo que o seu agente Jorge Mendes.

Danilo, terá certamente algumas qualidades futebolisticas, mas que a mim pouco ou nada decifram encanto algum... mas aqui confesso que até posso e continuo tapado pelos encantos impressionantes de uma "carnificina" na primeira vista que lhe "joguei", olhos de treinador de bancada. Tapado pelas más lembranças de um festival de cacetada que o Glorioso foi brindado na Pedreira do Salvador, onde Danilo, jogador na altura do SCBraga foi um rostos principais, assim como o conivente Boi apitador marco Ferreira e daí condicionar toda a minha opinião de treinador de bancada.

Aqueles "ódizinhos de estimação" que até têm o seu encanto.

Portanto Danilo chega ao Benfica com esse (para mim) nada bom encantamento.

Teria de provar, teria de jogar muito para tirar o mau encantamento dos meus olhos e das minhas lembranças. E era isso que desejava e desejo sempre que aconteça. Com tudo o que de bom e extraordinário ocorresse como consequência positiva para o Clube e também para o jogador.

Vendendo a minha alma aos rumores da merdia desportiva, e sendo "mauzinho" será assim também com coates (ainda não têm direito a letra grande).

 

Mesmo desprendendo-me desse "ódiozinho de estimação", objectivamente a sua história no Benfica dificilmente não teria outra sucessão de acontecimentos muito diferente da que aconteceu- a sua dispensa. 

Talismã Fejsa, omnipresente e universal é o dono da posição seis, Samaris o "tuga-helênico", sempre prestável e competente, com anos de casa e de Rui Vitória, sempre disposto, pronto a render o dono da posição nas suas folgas forçadas e não forçadas, e com Pizzi dotado de outras formas de jogar na posição oito, o que sobrava para Danilo?

Ainda com Cellis, André Horta...

Danilo iria esperar tempo de mais por uma oportunidade, e por muita acção e desmedida inspiração agarrá-la. Não se perder por esperar tempo de mais, Danilo resolveu partir, o melhor para ele sem sombra para dúvidas.

Não deixou saudades, não vibramos com Danilo, não chegou a arrasar, não encantou os Benfiquistas. porque era extraordináriamente dificil, quase impossível fazer valer-se perante a qualidade de Fejsa, Samaris, Pizzi como também resultado destes três estarem em vantagem da experiência criada de um ano de trabalho com Rui Vitória.

 

Eternamente Sport Lisboa e Benfica

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:38


8 comentários

De Joca a 21.01.2017 às 13:25

Pizzi é médio direito.
Fejsa é indiscutível.
Temos um meio campo permeável precisamente porque contra equipas de igual valia o nosso meio campo é engolido.
Exemplo, Nápoles.
Danilo é 8, se é 8 para o SLB é que já não sei.

Essa do ser da confiança do treinador não é argumento.
Abraço vermelho.

De BENFICA365 a 21.01.2017 às 13:45

Meu caro:
(è isto que eu adoro - debater Benfica)
Quando judas batráquio disse que Pizzi seria o sucessor ou a alternativa à saída de Enzo Perez, disse com ressalvas, muitas mesmo.. o quê o Pizzi????, uma ala, um médio direito!!??? mas sempre com aquela pontinha de esperança que se judas batráquio tal afirma, é porque trabalha e tem confiança no Pizzi.
E com alguns altos e baixos, mas com avaliação positiva Pizzi foi importante naquele que foi o primeiro titulo do tri.
E por lá continuou naquela posição com judas no ano seguinte.

Depois chegou RV, as coisas foram o que foram, e naquela intervenção divina, entrada de Renato para a posição 8 e derivação de Pizzi para médio interior direito, que alcançamos o Tri.
Este ano, sabemos também a história, e Pizzi tem estado a um bom nível.
È ou não é um homem de confiança, ou dá garantias ao(S) treinador(ES)?
Entendo que é um forte argumento!

No entanto, também dou-lhe razão quando afirma que o nosso meio campo é engolido... mas nesses jogos o melhor talvez seria colocar Pizzi como médio direito e lançar mais um médio centro.


Saudações Gloriosas

De Joca a 21.01.2017 às 15:36

Pizzi é um bom jogador,sem sombra de dúvida.
Mas é curto em meio campos povoados.
Contra o tridente do Nápoles ou apanhando pela frente extremos raçudos nem com Fejsa nas costas Pizzi consegue dar conta do recado.Não tem essas características nem músculo para tal.
É para mim o ponto frágil da nossa equipa, meio campo de choque e capacidade de circular a bola fazendo a sua retenção.
Por isso só sabemos jogar com 2 velocidades.Cumprimentos.

Comentar post



Dobradinha 2016/2017


26ª Taça de Portugal


Tetracampeões


TRICAMPEÕES


BICAMPEÕES


Triplete


Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D



Links

UNIVERSO BENFIQUISTA

  •