Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Nos dos últimos paragrafos do post do guachosvermelhos - Estratégia do Benfica que importa reflectir e melhorar... está (quase) tudo aquilo que penso em relação ao comportamento do Benfica e dos Benfiquistas como defrontamos os frutanheiros.

«Vejamos agora um dos pontos estratégicos onde o Benfica continua a claudicar. A importância de ganhar ao foculporto, ou pelo menos, a relevância de não perder com o foculporto. Durante muitos anos foram eles a sofrer o síndroma de defrontar o Benfica. Hoje, apesar de, aos poucos, o Benfica se tentar recompor, vivemos uma era em que ganhar-lhes ainda é visto, um pouco, como obra do acaso!»

Assim por memória na nova LUZ, os frutanheiros são avassaladores, são eles que chegam à Luz para mandar!!!

17/18 0-1 Derrota
16/17 1-1 Empate
15/16 1-2 Derrota
14/15 0-0 Empate
13/14 2-0 Vitória
12/13 2-2 Empate
11/12 2-3 Derrota *** golo do maicon
10/11 1-2 Derrota *** campeões nacionais em plena Luz!!!
09/10 1-0 Vitória
08/09 1-1 Empate
07/08 0-1 Derrota
06/07 1-1 Empate
05/06 1-0 Vitória
04/05 0-1 Derrota (não tenho a certeza)
03/04 1-1 Empate (tb não tenho a certeza)

Foda-se caralho, 15 jogos- só três vitórias!!! TRÊS CARALHO!!! È olhar e engolir!

Doí mas é verdade, só três vitórias!!! È tão natural não ganhar aos frutanheiros na Luz como no seu barracão-ladrão! 


«Se há aspectos onde a estratégia global do Benfica tem de melhorar rapidamente, esta é a mais importante. Se eles se chegaram tanto ao Benfica no numero de títulos conquistados, fizeram-no à custa da supertaça que na Luz sempre foi olhada como um simples troféu de pré-época. Ao invés, o fculporto usou-a para se auto-motivar (foram várias as que ganharam ao Benfica) infligir fortes brechas no ânimo dos adeptos Benfiquistas, cultivar o habito de vencer, enraizando no espírito do portugal desportivo a naturalidade de ganhar ao Benfica, sem que se perca muito tempo a discutir sobre os erros sucessivos dos Soares Dias desta vida. (sim porque do jogo de ontem ninguém aborda a questão dos frutanheiros passarem a jogar com 10 a partir do minuto 69) E enquanto que o Benfica e os Benfiquistas não o perceberem com clareza, muito mais tempo demoraremos a chegar ao lugar que queremos.»

 

Eternamente Sport Lisboa e Benfica

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:28


3 comentários

De A.Reis a 18.04.2018 às 12:29

Meu caro quando se joga para o empate normalmente acontece isto perde-se ,já estou farto desta merda de na altura em que se deve ter sentido vencedor,parecem baratas tontas ,não critico ninguém ,critico sim a máquina que afinal não parece tão oleada como de dizia ,e já agora só vi a primeira parte ,fiquei de tal maneira descrente ,que só vi o resultado depois do jogo acabar e não fiquei surpreendido, fiquei desiludido ,tanta esperança e afinal mais uma vez perder com aqueles gajos ,não entendo de tácticas nem de estratégias ,mas algo falhou,se não estou errado o Benfica fez 3 ou 4 remates é assim que se ganham jogos?
Abraço companheiro

De BENFICA365 a 18.04.2018 às 13:46

Meu caro:
Muito mais que este jogo, o Benfica perante os frutanheiros de uma patologia mental.
Passam presidentes, passam treinadores, passam jogadores e o Benfica teimosamente ainda não percebeu a importância de ganhar ou pelo menos não perder com os frutanheiros.... as estatísticas não mentem!
Saudações Gloriosas

De NauBenfica a 16.04.2018 às 20:34

Era para ganhar. Na nossa casa, num ambiente extraordinário e com o apoio de 60 mil, não tivemos competência para mandar no jogo (todo) e para ganhá-lo. Na 1ª parte, sempre que atacámos bem, tornou-se óbvio que a vitória estava perfeitamente ao nosso alcance. Quando começámos a recuar (foram os jogadores ou foi indicação que saiu do banco?) e não atacávamos, com o jogo a decorrer tempo demais no nosso meio campo, augurei coisa ruim. E aconteceu, naquele pontapé feliz do adversário. Não se ganham jogos sem rematar à baliza (a falta que nos fez Jonas e que nos faz Mitroglou...), e neste jogo tínhamos de rematar mais do que rematámos, tínhamos de arriscar mais do que arriscámos, porque era um jogo decisivo. Não era, Rui Vitória?
Tivemos o pássaro na mão e deixámo-lo fugir.
O Dias foi o Dias que tem sido, desde que o visitaram na Maia. E o Martins também não viu o penálti cometido sobre o Ziv. Dois artistas escolhidos a dedo pelo lagarto que manda na arbitragem. Se eu fosse o RV teria avisado os nossos jogadores que iam lutar contra catorze e que, por tal, teriam de jogar muito, muito mais do que os outros e ser muito mais competentes do que eles. Dependíamos da nossa competência, agora estamos dependentes da incompetência dos outros. Mau negócio.
Mas é preciso termos calma e continuar a apoiar a equipa. Ainda não acabou.
Ao Rui Vitória e à equipa, como a todos os treinadores de todas as equipas do Glorioso, recomendaria verem e ouvirem a entrevista dada pela grande Vanessa Fernandes à BTV, há cerca de um mês. Vejam e ouçam com muita atenção. Várias vezes, se for necessário. Cá por coisas.

Comentar post



Dobradinha 2016/2017


26ª Taça de Portugal


Tetracampeões


TRICAMPEÕES


BICAMPEÕES


Triplete


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D



Links

UNIVERSO BENFIQUISTA

  •