Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



AGORA ESTÃO MELHOR!...

por BENFICA365, em 29.06.16

Nomeações de árbitros estrangeiros...

Todos os bois do apito, e parasitas que sugam à volta dos tachos da arbitragem, que sustentavam  que o problema fulcral do futebol português eram as nomeações e ou a pessoa do Vitor Pereira, e que este prejudicava a própria arbitragem e os respectivos bois do apito, era mais que hora de mudar, de Vitor Pereira sair, etc, etc...

Adoraria agora de ouvir /ler /ver  as opiniões dessa gentelha que passou principalmente o ano/ época anterior todo em modo anti-vitor pereira sobre esta tomada de decisão.

Aos bois do apito nacionais, foi-lhes (in)directamente passado e certificado um atestado de incompetência.

Foi-lhes passado um certificado de falta de qualidade.

 

Todos os aziados dirigentes que sustentavam o seu insucesso desportivo devido à pessima e ausente liderança de Vitor Pereira nas lides da arbitragem nacional...

Estarei curioso por saber quais serão as reacções dos mesmos, quando o arbitro estrangeiro errar contra as suas equipas.

Ou ainda estarei curioso por saber quais as reacções quando o seu clube teve uma arbitragem isenta.

 

Acompanho os jogos das Ligas principais Europeias de futebol, e é com cada tremenda asneira, vindas do apito de quem comanda a partida, na maior parte das vezes com influência no  desfecho final das partidas. São erros grosseiros às toneladas!

O fenómeno é geral, há erros grosseiros independentemente da nacionalidade do árbitro e ou da Liga em questão.

Agora o que na minha opinião leva uma porção enorme de entendidos da bola, em erro afirmar que os árbitros estrangeiros são melhores, é que nesses jogos não está lá, não está presente o lado emotivo e por vezes irracional que nos leva a ser adepto de um clube.

" Ah, o Real Madrid ganhou com um penaltie inexistente..."

" O Manchester City foi roubado contra o Arsenal..."

" o jogo do Barcelona... tanta confusão e disparidade vindas daquele apito..."

" A Juventus... o árbitro viu e não quis sancionar porque era a Juventus..."

Etc, etc,... assisto porque gosto de futebol, mas em nenhum dos casos, sinto-me emotivamente afectado, nada me tolda o juizo se o árbitro nessas partidas foi incompetente e negativamente decisivo! Consigo perfeitamente dormir que nem um anjo, consigo acordar bem disposto, consigo encarar bem a semana de trabalho...

Foi uma má arbitragem, os erros murcham logo ali, porque não há paixão, não há emoção, não há Benfica!

 

Sei lá, ao invés provavelmente um madrilista, um bávaro, um inglês, etc, observará o mesmo fenómeno ao assistir a um jogo do campeonato nacional. E até dirá que os nossos bois do apito são fantásticos.

Agora por exemplo, apanhar aquele trio, nem sei bem a ordem, creio que foi o inglês, o turco, e finalmente o "broche" alemão, nos jogos decisivos, meias e final da Taça Uefa de 13/14, ai sim, foda-se, para além do sabor da amarga derrota jamais vou esquecer o nome e a puta das ventas do "broche" alemão.

Há desculpas para esse(s) filho(s) da puta(s)?... Não e Não e Não!

Já agora um tanto  ao quanto isoladamente, num post que já vai longo... este mesmo "broche" alemão, validou lá pelas suas terras há uns bons tempos atrás, um golo fantasma ao Leverkusen...quando o remate de cabeça de Stefan Kiessling embateu na rede lateral da baliza do Hoffenheim e no qual a bola acabou por entrar na baliza, mas pelo lado de fora... Vergonhoso! Deve certamente ter um Padrinho na Uefa.

Imaginem, ou tentem passar ou traçar o cenário deste vergonhosa decisão de arbitragem, caso ocorre-se em terras lusas.

 

Em suma, não será a nacionalidade do boi do apito que erradicará ou reduzirá consideravelmente os erros. Não creio que será o apito estrangeiro que vai ajudar a melhorar o futebol nacional.

 

Eternamente Sport Lisboa e Benfica

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:20

O treinador da Académica ao longo da semana prometeu que a sua equipa ia dar tudo dentro de campo frente ao Bi-campeão Nacional. Prometeu que a sua equipa ia "morrer dentro de campo" na busca de pontos.

Aqui nada de novo, é da praxe, são frases usadas e vezadas por todos os intervenientes (presidentes, dirigentes, técnicos, jogadores, adeptos, etc.) desta Liga sempre que enfrentam o Benfica.

Na teoria "morrer dentro de campo" é dar o máximo de si, é lutar até a exaustão, é não desistir, é não virar a cara à luta.

Na prática para o treinador da Académica "morrer dentro de campo" é dar instruções aos seus jogadores  para fingirem-se de "mortos" em campo.

 

Os jogadores da Académica, com destaque para o seu guarda-redes trigueira abusaram e ridicularizaram as "milhares de vezes" que fingiram estar mortos, passaram mais tempo deitados no relvado com perdas de tempo do que de pé a lutar até a "morte".

Abusaram e ridicularizaram o anti-jogo, o anti-futebol. Neste aspecto foi um (anti)jogo intenso e desgastante a nível psicológico para os nossos técnicos, para os nossos jogadores, para quem deslocou-se ao Estádio e pagou bilhete e para quem assistiu ao jogo pela transmissão televisiva.

Só espero que a postura de "fingir" a morte" dentro de campo, saia premiada com o respectivo funeral: a descida de divisão. A  instituição Académica pode até não merecer,  mas quem tem figurinhas, figurantes e figurões na sua presidência como josé eduardo simões fica mais perto de sair premiado com o devido castigo. Este pelo menos é o meu desejo: saltem prá segunda e regressem com outro presidente.

 

Está lá um Juíz, (ou pelo menos ditam assim normas), para aplicar as leis do jogo. Para além de aplicar as leis, o juíz deve ter a capacidade de analisar o que cerca / cercou a partida, assim como o juíz deve ter a capacidade de análisar (também), ao longo da partida tudo o que seja anti natura do futebol.

O Juíz deve intervir na defesa do futebol, não deve permitir o anti-jogo, deve ter a capacidade de avaliar a situação e agir em conformidade. Mas logo, ao primeiro sinal. Contudo acontece ( e o Capela não é um caso isolado) precisamente o reverso: o Juíz torna-se acérrimo defensor do anti-jogo com o seu (não) tenaz apito. O Juíz tem por norma defender o não espectáculo. È frustante!

 

Ontem um bom Juíz, após fazer uma análise ponderada do que se passou ao longo de todo o encontro, chegado ao tempo de compensação não premiava uma equipa que não quis saber de jogar, que não quis ganhar, que estava constantemente a simular a "morte" dos seus jogadores, que deu instruções aos meninos apanha bolas para retardar a reposição/entrega da bola, com seis minutos ( e mais alguns ) de compensação. Premiar quem premiou o anti-jogo...não faz sentido! Punir sim, faz sentido!

Pela defesa do futebol e dos seus adeptos essa equipa já estava com o resultado que lutou ao de toda uma partida: a derrota. Essa equipa não merecia o abono e honra de qualquer minuto, digo segundo(!) adicional aos 90´ regulamentares.

Ser Juíz de um encontro de futebol, é muito mais que colocar o mero apito na boca e apitar as infracções às leis do jogo. Dai uma das diferenças entre Juíz e Boi.

 

Eternamente Sport Lisboa e Benfica

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:41

O treinador da Académica ao longo da semana prometeu que a sua equipa ia dar tudo dentro de campo frente ao Bi-campeão Nacional. Prometeu que a sua equipa ia "morrer dentro de campo" na busca de pontos.

Aqui nada de novo, é da praxe, são frases usadas e vezadas por todos os intervenientes (presidentes, dirigentes, técnicos, jogadores, adeptos, etc.) desta Liga sempre que enfrentam o Benfica.

Na teoria "morrer dentro de campo" é dar o máximo de si, é lutar até a exaustão, é não desistir, é não virar a cara à luta.

Na prática para o treinador da Académica "morrer dentro de campo" é dar instruções aos seus jogadores  para fingirem-se de "mortos" em campo. Uma táctica suja, sem categoria e carregada de muito embuste.

 

Os jogadores da Académica, com destaque para o seu guarda-redes trigueira abusaram e ridicularizaram as "milhares de vezes" que fingiram estar mortos, passaram mais tempo deitados no relvado com perdas de tempo do que de pé a lutar até a "morte".

Abusaram e ridicularizaram o anti-jogo, o anti-futebol. Neste aspecto foi um (anti)jogo intenso e desgastante a nível psicológico para os nossos técnicos, para os nossos jogadores, para quem deslocou-se ao Estádio e pagou bilhete e para quem assistiu ao jogo pela transmissão televisiva.

Só espero que a postura de "fingir" a morte" dentro de campo, saia premiada com o respectivo funeral: a descida de divisão. A  instituição Académica pode até não merecer,  mas quem tem figurinhas, figurantes e figurões na sua presidência como josé eduardo simões aliado do corrupto ilibado, fica mais perto de sair premiado com o devido castigo. Este pelo menos é o meu desejo: saltem prá segunda, lá estarão melhores e regressem com outro presidente.

 

Está lá um Juíz, (ou pelo menos ditam assim normas), para aplicar as leis do jogo. Para além de aplicar as leis, o juíz deve ter a capacidade de analisar o que cerca / cercou a partida, assim como o juíz deve ter a capacidade de análisar (também), ao longo da partida tudo o que seja anti natura do futebol.

O Juíz deve intervir na defesa do futebol, não deve permitir o anti-jogo, deve ter a capacidade de avaliar a situação e agir em conformidade. Mas logo, ao primeiro sinal. Contudo acontece ( e o Capela não é um caso isolado) precisamente o reverso: o Juíz torna-se acérrimo defensor do anti-jogo com o seu (não) tenaz apito. O Juíz tem por norma defender o não espectáculo. È frustante!

 

Ontem um bom Juíz, após fazer uma análise ponderada do que se passou ao longo de todo o encontro, chegado ao tempo de compensação não premiava uma equipa que não quis saber de jogar, que não quis ganhar, que estava constantemente a simular a "morte" dos seus jogadores, que deu instruções aos meninos apanha bolas para retardar a reposição/entrega da bola, com seis minutos ( e mais alguns ) de compensação. Premiar quem premiou o anti-jogo...não faz sentido! Punir sim, faz sentido!

Pela defesa do futebol e dos seus adeptos essa equipa já estava com o resultado que lutou ao de toda uma partida: a derrota. Essa equipa não merecia o abono e honra de qualquer minuto, digo segundo(!) adicional aos 90´ regulamentares.

Ser Juíz de um encontro de futebol, é muito mais que colocar o mero apito na boca e apitar as infracções às leis do jogo. Dai uma das diferenças entre Juíz e Boi.

 

Eternamente Sport Lisboa e Benfica

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:11


PREVARICADORES SEM PUNIÇÃO!

por BENFICA365, em 07.04.16

Tudo é permitido!?

 

Na época passada era o papagaio basco, e alguns asquerosos corruptos jornada após jornada a pressionar a arbitragem. Tudo foi permitido aos discípulos do papa frutanheiro, na prática gozaram de impunidade pois castigos para essa ralé, nem um sequer!

Nesta época juntou-se a corja do wc: vascos, lagartos, dragartos, toda a qualidade fecal anti benfica, onde pontificam badochas, ignácios e pascácios, barrosos, bêbedos e piolhosos, figurinhas octavianas e muitos sacanas, pinas e cães a ladrar às esquinas, jornada após jornada, dia após dia a pressionar a arbitragem.

 

Tudo é permitido a esta corja, aliás não sabem fazer outra coisa senão colocar pressão constante sobre a arbitragem, inventam casos, penáltis, agressões, etc... é a táctica constante de ataque ao Benfica, são os mediocres e desprezíveis ataques a dois jovens jogadores do Clube, repito tudo é permitido, não há limites! PRESSÃO VERGONHOSA!

Tudo isto fere os regulamentos e seria punível pela lei desportiva, se tivéssemos uma Liga, uma Federação com dirigentes sérios e competentes, esta corja e o seu grémio já tinham sido colocados no seu devido lugar.

 

Esta incapacidade época após época dos orgãos/pessoas que regem o futebol nacional para punir ou simplesmente aplicar as leis simplesmente atormenta-me.

Infelizmente os orgãos federativos estão superalimentados de gentalha presunçosa, vaidosa, que está prá lá só para o show off, para a puta da fotografia, mas sem utilidade prática. 

 

Eternamente Sport Lisboa e Benfica

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:28

Já tinha pegado a moda do Benfica é beneficiado porque não é prejudicado, agora parece que a moda que veio para ficar é muda-se as regras com base nas estatísticas...

São 367 dias sem marcar um penalty contra o Benfica...julgo que que já se contam os segundos e tudo...

Há 416 dias que os adversários do grémio frutanheiro no campeonato não sofrem uma expulsão. Nestes mesmos 416 dias o Benfica (seis) e o grémio badochense (nove) beneficiaram de 15 expulsões.

 

È a corja do grémio do badocha  a chorar que não marcam um penalty contra o Benfica, é o demente excremento cibernautico do cagões diário em nome do grémio frutanheiro a chorar que não expulsam jogadores adversários nos seus jogos...

Pretendem expulsar só porque sim!

Pretendem marcar penalties só porque sim!

Cansa tanto assistir diariamente a estes "excrementos chorais"  disfarçados de pressão sobre a arbitragem vindo de toda a espécie ignara de anti-benfiquismo, como também cansa assistir a toda à inércia e conivência da parte das entidades que gerem o nosso futebol.

 

Eternamente Sport Lisboa e Benfica

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:00

OS PROBLEMAS DA ARBITRAGEM OU AS MÁS DECISÕES APENAS EXISTEM NOS JOGOS DO BENFICA!

É o consagrado conceito "tuga- jornalístico" sobre arbitragem!

 

Esta jornada, "pornográficamente"  ao consagrado conceito, quase não fazia sentido falar em casos de arbitragem.

Se não fosse o escândalo de cosme machado não presentear Jardel com o cartão amarelo por falta cometida sobre Tony Silva, e esta jornada seria uma jornada casta e honrada, fiel e autêntica aos designios da "verdade vasco-desportiva".

Se não fosse o escândalo de cosme machado não presentear Jardel com o cartão amarelo ou vermelho por falta cometida  para grande penalidade sobre Èlio Martins, e esta jornada seria uma jornada casta e honrada, fiel e autêntica aos designios da "verdade vasco-desportiva".

Cartão amarelo ou vermelho, que impediria Jardel de alinhar no derbí. Um escândalo, a arbitragem de cosme machado.

Esta mascarada arbitragem de colinho da parte de cosme machado merece sem dúvida ser exposta numa capa do rascord.

 

Não fora a vergonhosa actuação de cosme machado, e a indignação e o chinfrim à arbitragem nesta jornada era substituida por louvores e elogios. cosme machado borrou as excelentes arbitragens realizadas nesta ronda 24 da Liga NOS.

Fiel e autêntica aos designios da "verdade vasco-desportiva" fica o exemplo nesta jornada da arbitragem de tiago martins em Guimarães.

gifs de um espólio à "herdade" do blog: aminhachama

 

Eternamente Sport Lisboa e Benfica

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:33


BESUNTO DIÁRIO!

por BENFICA365, em 24.02.16

O pasquim de difusão da causa lagarta, o rascord, é uma autêntica fossa séptica. È do pior jornalismo desportivo que existe em Portugal. Um autêntico puteiro de isenção e parcialidade desportiva.

A capa de hoje (mais uma) do pasquim (oficial) do lagartêdo é uma autêntica patifaria contra o Glorioso.

Agenda rasteira e canalha, para pressionar todo o sector do apito, com o objectivo claro e definido de prejudicar o Benfica.

Prostituidamente pretendem transformar um penalty indiscutível (Jonas na Mata Real) num erro do árbitro! Numa clara e alusiva tentativa de julgamento que o Benfica foi claramente beneficiado pelo erro de jorge ferreira. E passar também a responsabilidade do suposto erro/beneficio ao observador. Até onde vai a revolta do rascord: até o sacana do observador afirma que é penalty. e não podia fazê-lo. Todo é válido para criar um clima de crispação em torno do Benfica! E deixar passar entre os pingos da chuva os "gamanços" ocorridos nos jogos de outros grémios.  A agenda é criar um clima conspurcado de tal ordem  que qualquer Boi do apito pode roubar o Benfica. "Convencendo-os" que simplesmente ao aplicar as leis do jogo está claramente a beneficiar o Benfica.  Arbitragem fantástica!? Só se prejudicar o Benfica!

 

Mas sinceramente o que me irrita profundamente, são os Benfiquistas que besuntam-se diáriamente com este pasquim. Diariamente abrem a sua carteira para alimentar esta cachorrada de sarjeta que todos os dias fere de mentira o Sport Lisboa e Benfica.

Benfiquistas que diariamente alimentam-se intelectualmente (desportivamente falando) de um imenso chiqueiro infestado de anti-benfiquismo.

Irrita-me também o facto de o Benfica, desde o seu Presidente, seus treinadores, seus jogadores "ofertarem" entrevistas a esta corja que diariamente besunta de porcaria e de veneno a Gloriosa Instituição Sport Lisboa e Benfica.

 

Eternamente Sport Lisboa e Benfica

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:16


É CERTO QUE A LEI EXISTE...

por BENFICA365, em 03.01.16

É certo que a lei/regra existe, mas também é certo que o futebol (ainda) é emoção!

 

È certo que a lei existe mas esta não deixa de ser inutil, parva, estupida e descosida! Que mal vem ao mundo e ao jogo, de o jogador tirar a camisola ou festejar junto ou com os seus adeptos na celebração de um golo? Porquê a necessidade de advertência disciplinar ao jogador?

O golo é a festa e a alegria do futebol, deve ser comemorado com o maior entusiasmo possível. Esta lei de atribuir cartão amarelo ao jogador que nos festejos e celebração de um golo tira a camisola ou festeje com os seus adeptos tem que ser revista, ou "estupidamente" ignorada pelos árbitros.  

Querem um exemplo de uma lei que os árbitros "estupidamente"  ignoram? ...e essa sim lesa o espectáculo.

A lei diz que os guarda-redes só podem segurar a bola nas mãos durante 6 segundos, nenhum deles (guarda-redes) não só não o fazem, como também abusam em soma e em tempo e não é por isso que os àrbitros fazem cumprir a lei. Só consultando biografia é que posso apontar um caso em que o árbitro tratou de cumprir com lei.

 

Porque entre muitos devaneios, revejo-me nestes momentos mais intensos e carregados de Benfiquismo, na minha mente é estúpido, é crime lesar a significativa importância de quem contribui com a maior parte destes momentos. Momentos esses que por vezes são "escritos" por heróis improváveis.

Renato ontem foi lesado, foi punido! Foi lesado e punido e tudo o que ele fez, foi apenas abraçar e agarrar-se aos seus adeptos, à sua gente, merecedora desses mesmos abraços, assim como o Renato também merecia e merece. Abraços e muito mais!

Eternamente Sport Lisboa e Benfica

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:53

Então  pestilento marco ferreira sai da toca em vésperas do derby... aliás neste momento as prostituidas toupeiras (desa)brocham todas! Nada que não me surpreenda, doi-lhes tanto a nossa pujança!!!

 

Um corriqueiro boi preto como marco ferreira lograr um entrevista no jornal "AS", qual o interesse do jornal "AS", em marco ferreira e nos seus roncos?... Um fretezinho ao amigo julen!?

Tenho a certeza que já testemunhei algo idêntico a época passada (os artigos pró-lopetegui de aritz gabilondo e ainda a entrevista ao corrupto ilibado ao jornal espanhol).

marco ferreira roncou aos "espanhóis": «Para Vítor Pereira, bom jogo é o Benfica ganhar».

Por casualidade foi seu azar, que do seu apito só saiu arbitragens em que roubou o Benfica: Rio Ave - Benfica ; Braga - Benfica ; grémio de contumil- Benfica (2vezes), as mais frescas na minha carola, entre muitas coisas o boi cá da ilha deixou passar com dano para o Benfica Pontapés na cara, nas costas, nos rins,  entradas a ceifar, entradas a mostrar pitons, violentas agressões,  penalties escandalosos não assinalados, punições técnicas e disciplinares erróneas sempre em prejuizo do Benfica. Arbitragens dignas dos anos noventa. Quem é mau caráter, acrescento (tornou-se) mau profissional sempre vai achar uma desculpa para tornar legítimas suas acções.

 

 

 

 

 

 

 

Por isso (a mais um) fétido boi umbilicalmente ligado a contumil pergunto: Para ti meu porco, afinal o que é um bom jogo? Prejudicar o Benfica?

Caro boi do apito, a melhor coisa que contumil te oferece é a de tornares-te ridículo diante de todos?

Se tivesses um pingo de dignidade, fazias um acto de contrição, o que eras como árbitro antes de receberes as insignias da FiFA e consequentemente o que foste como árbitro após receberes as mesmas insignias. O quê e quem te mudou marco?

 

Eternamente Sport Lisboa e Benfica

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:44


CHUMBO NAS BOLINHAS QUENTES!

por BENFICA365, em 25.07.15

Então já não haverá bolinhas quentes!?...

A "lei das bolinhas" que destinava-se por artes mágicas e entre um estalar de dedos  dotar capacidades de competência, perícia, nível, mestria, idoneidade, eficiência nos homens do apito afinal foi chumbada!?...

"Cortaram as pernas" aos defensores da "lei das bolinhas".

Ainda vão espalhar por aí que a culpa é do Benfica.

 

Eternamente Sport Lisboa e Benfica

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:54


Dobradinha 2016/2017


26ª Taça de Portugal


Tetracampeões


TRICAMPEÕES


BICAMPEÕES


Triplete


Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D



Links

UNIVERSO BENFIQUISTA

  •