Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


È OFICIAL: Lindelof partiu para o Manchester United.

 

Com a venda de Éderson para o Manchester City, salta à vista de todos que o Benfica tem que criteriosamente movimentar-se no mercado para suplantar a posição de guarda-redes deixada em aberto com a respectiva saida.

Já em relação à venda de Lindelof (35M) para o outro clube de Manchester, o United creio que o Benfica está para já salvaguardado e não terá necessidade, ou pelo menos não terá uma necessidade prioritária para repor ou preencher o lugar deixado pelo "iceman".

 

Para o lugar do sueco, e de premissa salvaguardando que nenhum outro central do plantel partirá, temos um naipe de centrais composto por Luisão, Jardel, Lisandro, Kalaica, Rubén Dias que dão-nos válidas garantias.

O Capitão Luisão demostrou ao longo da época findada que ainda tem (muita) pedalada e andamento para ostentar a titularidade e a braçadeira de Capitão da equipa do Benfica.

O Guerreiro Jardel, é o primeiro "reforço" para a próxima época. O infortúnio deixará de uma vez por todas o Guerreiro da Luz, e Jardel  estará como novo, com fome de bola, muita fome de bola.

Lisandro, é o central do 8 ao 80. Creio que a irregularidade exibicional que muitas das vezes Lisandro nos presenteia são o traço próprio de quem nunca assumiu a titularidade no Benfica e por isso não consegue fazer uma "porrada" de jogos consecutivos nessa mesma condição, criando rotinas, estabelecendo um único parceiro... Lisandro é uma espécie de André Almeida do centro da defesa, tapa pontualmente os buracos deixados pelos donos da posição.

Os putos Kalaica e Rúben Dias... áh e tal estão verdinhos, e Lindelof estava o quê quando foi chamado? Maduro, estava feito um centralão? Se Rui Vitória tiver que os lançar, este incutirá nos "miudos" moral e confiança, mas acima de tudo, a tranquilidade necessária para os meninos agarrarem as oportunidades dadas... e dos seus colegas de equipa a ajuda necessária dentro de campo assim como fora deste.

São ambos centrais muito promissores, talvez mais, até que o próprio Lindelof, quando este integrou o plantel do Benfica como a 4ª escolha para o eixo da defesa.

 

È sempre de lamentar a partida de quem honra o Clube, custa sempre!... Mas a vida continua, e por muito que preze Lindelof, a sua saída não deixa o Benfica assim tão descalçado. Não "tiraram" ao Benfica a sua joia mais preciosa.

 

Eternamente Sport Lisboa e Benfica

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:18


A TAREFA É GIGANTE MAS A RECOMPENSA TAMBÉM!

por BENFICA365, em 12.04.16

 A vida é feita de sonhos. O sonho é o alimento da alma.

 

É o Bayer!... O colosso, o tubarão dos tubarões...

Virar a eliminatória...nunca na nossa história ultrapassamos o Bayer...

Não joga o Jonas...

Talvez não joga o Gáitan...

O Mitro encontra-se condicionado fisicamente...

Série de lesões...Luisão, Júlio César...

Com putos?...Renato, Lindelof, Ederson...

Com patinhos feios?...Jardel, Eliseu, André Almeida,Talisca, Pizzi

O árbitro é amiguissímo do "primário anti verme a aguiar" e das mariscadas de Matosinhos...

 

Qualquer desculpa é paliativa, só para quem não joga, treina ou é do Benfica!

No dia 07-12-2005, num jogo a contar para a Liga dos Campeões apresentava-se na Luz uma equipa com uma constelação de estrelas: Van der Sar, Neville, Ferdinand, Roony, ronaldo, Nistelroy, Scholes, Giggs, Saha, Park, Evra, Alan Smith, etc...o Manchester United de Sir Alex Ferguson para defrontar o Sport Lisboa e Benfica.

Só a vitória interessava e servia ao Benfica (frente ao gigante Manchester United) para continuar na Europa dos grandes.

Esperava-nos a eliminação. Que, a bem da verdade nada nos traumatizaria nem diminuiria.

Há data o nosso jogador mais influente Simão Sabrosa estava lesionado, Manuel Fernandes e Micolli também devido a lesão não poderiam dar o seu contributo à equipa. Três dos nossos melhores jogadores out, num plantel já si com poucas soluções...no banco de suplentes o melhor ainda era o Mantorras de um  joelho só.

Jogou o patinho feio do Anderson ao lado do Luisão, o patinho feio do Beto a trinco e até marcou o golo da vitória, Alcides central de origem foi lateral direito, Nèlson lateral direito subiu no terreno, Geovanni jogou como o nosso jogador mais adiantado e correspondeu com um golo à ponta de lança, voando de cabeça para a bola...Petit foi enorme nesse jogo!

Com uma equipa que mais parecia uma manta de retalhos não houve desculpas...ganhamos. Lutamos por isso.

 

Podemos retirar algumas semelhanças, a eliminação dada como certa, outra constelação de estrelas, o historial e a força das equipas, a glorificação dos treinadores Ferguson e Guardiola, ausência de Simão por Jonas, Manuel Fernandes por Gaitan (?), são algumas semelhanças que me fazem acreditar ainda mais, a tarefa é gigante mas a recompensa também o é. E não é a recompensa dos milhõ€€€€s que estou a falar.

 

Eternamente Sport Lisboa e Benfica

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:25


O DIA QUE...

por BENFICA365, em 02.12.14

Golos de Geovanni e Beto atordoaram o M.United e permitiram ao Benfica chegar às eliminatórias da Liga dos Campeões. A uefa fez questão de destacar como um dos jogos memoráveis dos últimos anos que marcaram a última jornada da fase de grupos...eu lembro-me como se fosse hoje....

 

O Benfica vinha de um (seu) passado recente de  registos de jogos europeus nada dignos com o seu historial , e tinhamos mesmo que ganhar ao colosso M.united para seguir na prova. A crença estava (está) sempre lá, mas a missão do Benfica adivinha-se gigantesca, e por quase todos defendida como uma missão impossível...e o golo do Scholes e um ínicio de jogo em que praticamente só dava M.United fazia jus à larga maioria das teses de  antevisão do jogo, do nada e do repente viramos o jogo ao nosso favor, e o sabor da vitória foi maior, foi enorme,foi sublime porque o M.United era colocado como superior e levou da Luz o amargo da derrota. De uma derrota anunciada, a uma vitória inesperada! As velhas noites europeias na Luz estavam de volta!

 

Também foi o dia que:

a prima dona do futebol nacional defendida por todos esticou o dedo à familia Benfiquista. A diva querida de muitos portugueses, a super divindade de todas as vaidades portuguesas, para mim por tudo o que faz e ainda possa fazer de brilhante na sua carreira, por mais genialidade que tenha, poderá curar muita coisa mas não remove a cicatriz deixada nesse dia. Perdoar? "Nim", talvez um dia, mas esquecer nunca.

Talvez esse seja o meu pior defeito, não compreender a imperfeição das outras pessoas.

 

Eternamente Sport Lisboa e Lisboa

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:08


Dobradinha 2016/2017


26ª Taça de Portugal


Tetracampeões


TRICAMPEÕES


BICAMPEÕES


Triplete


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D



Links

UNIVERSO BENFIQUISTA

  •