Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A GERAÇÃO ESQUECIDA DE BOIS DO APITO!

por BENFICA365, em 15.06.17

Quem vão ser os videos- árbitros?

 

Já não é altura de a Liga de clubes, a fpf, ou quem de competência no futebol português já ter definido quem serão os 18 "novos árbitros".

A Liga 2017/2018 já começa "amanhã", e ninguém nada faz... onde estão as regras claras e absolutas sobre isto: quem serão os video-arbitros(?), quais os critérios para a nomeação(?).

Questiono:

Os árbitros de campo podem ou não também serem considerados para as competencias do video árbitro?

Se por exemplo numa jornada jorge sousa apita um jogo, na semana seguinte pode ou passa a video árbitro?

Escolher os melhores, ou pelo menos designar os que oferecem mais condições para estar à altura do desafio, é incompatível com caprichos ou limitações dos sorteios?

Por exemplo um video árbitro poderá "apitar" a mesma equipa de três em três semanas/jornadas?

Etc, etc...

 

Face ao fraco número de árbitros, ou melhor, face ou número insuficiente de árbitros... preocupa-me os rumores que estão a pensar seriamente chamar uma geração de árbitros que já estavamos livres, para reaparecer no video-árbitro.

Chamar bois do passado que pautaram as suas apitagens contra o Vermelho Benfica, como o coroado, o rola, marco ferreira, leirós, martins dos santos, calheiros, rosa santos, fortunado, pedro henriques, pratas, costas, augusto duarte, etc, etc, etc... dispostos e sorridentes em relançar a carreira, ou melhor em relançar o apito dourado, não agoira nada bom para a "experiencia" do video-arbitro e principalmente para o Benfica.  

Para além da conspurcada fumarada lançada pelos fascistas de Contumil que tem como objectivo principal e imediato condicionar a arbitragem para a próxima época para os jogos do Tetracampeão, se é para regenerar o futebol nacional, o video árbitro como avanço fundamental, chamar esta "extraordinária" geração esquecida e reformada dos anos 90, e até mais recente, de bois do apito será um tremendo erro, é voltar a um vicio que não foi nada bom, foi negro para o futebol português.

Muitos alegam "...O futebol nunca mais vai ser o mesmo.." com a introdução das novas técnologias, e é a verdade, ou com mais verdade desportiva o futebol prosperará... contudo digo que ao chamar essa boiada do apito dourado para desempenhar as funções de video árbitro: O FRUTABOL NACIONAL VAI VOLTAR A SER O MESMO"  

 

Citando a ironia do Guachos Vermelhos:

«Antigos árbitros no video-árbitro? Parece-me uma excelente ideia. carlos calheiros e jorge encornado faziam só jogos do Benfica. Nos do foculporto metiam o fortunato azevedo e o rosa santos e nos lagartos avançavam marco ferreira e pedro henriques. Abriam uma casa de alterne para combinar a táctica e pronto, acabavam-se os problemas dos árbitros num abrir e fechar de e-mails.»

 
Eternamente Sport Lisboa e Benfica

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:39

Que ninguém tenha dúvidas que a introdução do vídeo-árbitro na edição da liga 2017/2018 e seguintes virá "ajudar" o Maior e os dois grandes, a ganhar mais jogos...

A introdução do vídeo-árbitro cavará profundamente ainda mais a diferença competitiva entre o Maior e dois grandes em relação às restantes equipas.

Só se o Maior, ou os dois grandes por incompetência se prestarem a uma má época, mas dentro da normalidade que é a competitividade do campeonato português, e no sucesso desejado com a introdução do vídeo árbitro, prevejo até que o recorde de pontos obtidos numa edição da Liga (88 pontos) possa ser batido.

Só não prevejo quem será o campeão... desejo que seja o Penta!

 

Quem afirma que o vídeo-árbitro equilibrará o campeonato, e a sua competitividade entre todas as equipas da competição, das duas uma, ou não está a pensar direito, ou não assiste aos jogos da Liga portuguesa...

Quem são as equipas que passam mais tempo dentro do campo adversário?

Quem são as equipas que passam o jogo (quase) todo em cima do adversário, massacrando?

Quem são as equipas que forçam ou provocam o erro, provocam as más tomadas de decisão dos jogadores das equipas adversárias?

Em que grandes àreas, ou zonas próximas das mesmas e de que equipas acontecem a maior parte dos erros de arbitragem? E com muita frequência?

Entradas perigosas, merecedoras de acção disciplinar, quem são as equipas que recorrem mais?

 

O vídeo árbitro vem "ajudar" claramente quem ataca mais, e em Portugal são as equipas do Benfica e dos grémios dragartos, quem o faz quase na totalidade dos seus jogos.

Olhamos aos "nossos" casos da Liga do Tetracampeonato que o vídeo-árbitro decidiria a favor do Benfica:

Jogo na Luz com o V.Setúbal- golo irregular do V. Setúbal;

Jogo nos Barreiros com o Maritimo - penalti sobre o Nélson Semedo, golo da vitória do Maritimo irregular;

Jogo na Luz com o Boavista- um hat-trick de golos irregulares da equipa visitante;

Jogo no Bonfim com o V. Setúbal - penalti por assinalar -mão na área de um jogador do V. Setúbal a remate do Mitroglou, penalti por assinalar- falta sobre o Carrilo.

Tudo jogos em que o Benfica perdeu pontos.

Assim como os grémios dragartos também razões de queixa de arbitragem nos seus jogos, que o vídeo- árbitro sustentaria as suas razões de queixa.

 

Quem afirma que o Maior e os dois grandes são sempre as equipas mais beneficiadas pela arbitragem, é treta de um mito futebolístico que se criou por estar excessivamente a ser repetido.

Quantas vezes e em quantos jogos, ocorrem erros grosseiros da equipa de arbitragem em desfavor do Maior e dos dois grandes e estes não têm influência directa no resultado... ou seja as equipas em questão acabam por ganhar os seus jogos, até de goleada, e nesses jogos ocorrem penaltis escandolosos, golos mal anulados, etc...

Ocorrem dezenas de lance para avaliação do juíz da partida...

Uma das formas mais desonestas de argumentar, é afirmar recorrentemente ao tal mito, pois se na totalidade dos lances avaliados pelo juiz ocorrem em larga escala, por força do poderio e da superioridade das equipas em questão, acontecem contras as equipas mais pequenas, é normal que o árbitro eventualmente em dez lances erre um. E esse erro castiga, ou falseia a avaliação global de todo um conjunto de decisões do árbitro ao longo de todo o jogo e reforça erradamente esse mito.

Quantos fora de jogo decidiu bem um fiscal de linha para errar um?

Quantos penaltis assinalou bem o árbitro para errar num?

E o vídeo- árbitro vem reduzir o erro, não anulá-lo, mas não tenho dúvidas, o vídeo-arbitro será o "melhor amigo" das equipas que jogam para ganhar as competições.

 

Eternamente Sport Lisboa e Benfica

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:25

huguinho foi nomeado para o jogo da final da Taça de Portugal: Benfica - V. Guimarães.

 

O boi apitador huguinho, opinião pessoal-  é um artista fecundado, formado e formatado para bater sempre o pé ao Benfica. A nomeação já só por si, levantava-me irritação... Por experiências passadas sei muito bem o que o huguinho é capaz de "oferecer" quando coloca o apito na boca e o Benfica está em campo.

 

Acresce que huguinho é também conhecido e sabido por todo o planeta futebol nacional que é agente da marca de equipamentos Macron que, como sabemos, equipa o sporting, mas também equipa entre outras equipas, a do V. Guimarães, equipa presente no jogo da final.

Assistir a esta nomeação não é uma falha grave!
Assistir a esta nomeação não é uma declaração de incompetência e impreparação para a função de quem nomeia!
Acredito nisso, não sou nenhum idiota!
Pois quem nomeia sabe o potencial conflito de interesses que pode existir!
Pois quem nomeia sabe perfeitamente que não está a acautelar nem Benfica, nem V. Guimarães, nem mesmo o próprio huguinho?
 
È claro que sabem, creio profundamente que sabem...
Quem fez esta nomeação sabe perfeitamente que não está a acautelar nada nem ninguém que directa ou indirectamente intervenha neste jogo da final.
Já de si é muito duvidoso que a actividade comercial do árbitro seja compatível com a qualidade de profissional da arbitragem que já possui, mas assistir a esta nomeação à cor dos meus olhos é mais uma afronta directa ao Benfica.
 
Acresce a esta (mais uma) inocente nomeação do huguinho que a fpf decidiu fazer deste jogo um teste oficial ao vídeo-arbitro... e decidiu para tal colocar, o boi "arturinho", o tal que há pouquissimo tempo somou à sua influência arbitral três, só três penaltis não assinalados a favor do Benfica no dérbi e também colocar o boi "suizinha" assumido supercagão e com vasto historial de sábias artimanhas em desfavorecimento do Benfica aos "comandos" do vídeo...
huguinho, arturinho, suizinha...
BRUXAS?... SE EXISTEM, É MELHOR QUE ESTEJAM DO NOSSO LADO...
 
Eternamente Sport Lisboa e Benfica

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:58

«Há medo de favorecimento ao FC Porto?» - nuno espírito santo

 

Como assim... (não) ter medo de favorecer?

Já que nes não pára de pressionar os árbitros pede favores à arbitragem, que faça o desenho completo e peça aos adversários para jogarem sem guarda-redes.

 

Eternamente Sport Lisboa e Benfica

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:55


NEM ESPANTO, NEM SURPRESA!

por BENFICA365, em 30.03.17

Basicamente, quando ninguém presta, nem vale a pena perder muito tempo em exercicios estéreis.

Antes dos impedimentos, das lesões, das resistências, e outras presunções, que assolam os bois do apito, para dirigir o clássico, tinha a certeza absoluta, entre "arturinho" e o "jorginho" era de todo inutil especular outro boi para apitar o jogo.

Por força, fruto e espanto dessas circunstânceas e imbróglios todos, agora essa certeza absoluta ficou desfeita, sem demora da restante manada quem iria valer-se como a escolha ou como o escolhido...

Entre tamanha selecção de incompetência que varre a casa da manada da arbitragem, pessoalmente... nem espanto, nem surpresa, fosse quem fosse, só faltava mesmo dar um nome ao  boi incompetente escolhido para o clássico.

Ainda assim, o meu palpite, ou a "sorte" do Benfica após cair a certeza absoluta do "arturinho" ou do "jorginho" recaia na escolha do boi tiago martins...  mas o que é, é o que é, não temos o tiago martins, mas temos "carlos xistrema" nomeado para o clássico.

 

Olhando para o boi escolhido, e pelo (a)preço dos seus encantos, carlos xistra tem aqui a sua oportunidade de vida como boi apitador.

Oportunidade única e decisiva (a última), um último refúgio, para dar um salto qualitativo, para mostrar classe, qualidade, categoria para outros patamares mais altos de arbitragem. Oportunidade única e decisiva para carlos xistra fugir do mediocre árbitro que é.

Pessoalmente não acredito, que xistra seja capaz de dar o salto.

Não acredito que xistra nos oferecerá um competente árbitro ao futebol nacional após o clássico.

A incompetência, deste apitador, já destruiu mais do que a sua desonestidade. 

 

Eternamente Sport Lisboa e Benfica

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:53


O CARRASCO DO BONFIM

por BENFICA365, em 16.03.17

O carrasco do Bonfim foi o nomeado para apitar o jogo do Glorioso na Mata Real.

A sensação não é boa...

No Bonfim de tudo um pouco o "nomeado" juíz perdoou: expulsão poupada a Nuno Pinto; vários cartões amarelos por mostrar;  penálti por corte com as mãos a remate de Mitroglou, penálti por assinalar por falta sobre Carrillo.

Para além disso e até nos jogos dos nossos adversários directos João Pinheiro tem cometido erros graves, e as suas exibições são pautadas pela sua manifesta falta de jeito para apitar.

Repito a sensação não é boa... o poder do apito na boca de uma pessoa com falta de jeito para tal. È um xistra em potência.

Creio que este "juiz" tem o perfil e enquadra-se na lista -Esforçado mas azarado - do meu grande amigo e tio Sportinguista.

 

Eternamente Sport Lisboa e Benfica

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:58


NO MÍNIMO FALTA DE BOM SENSO...

por BENFICA365, em 15.02.17

Tiago Martins será o árbitro do jogo entre o Sporting de Braga e o Benfica, a contar para a 22.ª jornada da Liga NOS.

 

Falta de bom senso ou uma nomeação premeditada?

Magistral nomeação...

HILARIANTE! RIDÍCULA! VERGONHOSA!... PROVOCATÓRIA!

Honestos por desosnestidade!?

Como é que esta "gente" do apito quer ser tomada como gente séria?

Espero que o Benfica, Domingo na Pedreira seja forte, faça desta provocação algo que provoque quem a provocou.

 

Eternamente Sport Lisboa e Benfica

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:15

Finda a 16ª Jornada da Liga 2016/2017, a geringonça dragarta, não têm sequer meia palavra sobre o que se passou nos jogos dos seus grémios? Nem meia palavrinha... por mais inocente que seja!

O reforço diário dessa união entre fruta e cuspe está em modo off? Meia palavrinha por favor...

Onde está escrito e dito, o berreiro, a indignação, a cobrança por soluções na arbitragem, na apaf, na Liga de Clubes, na FPF, presentes diariamente nas últimas semanas, meses digo até?

Onde está escrito e dito que a "vista grossa" desta jornada é culpa do Benfica, do colinho, dos vauchers, etc?

A parceria e o amparo da merdia desportiva à geringonça dragarta acabou, ou por onde anda? Fez pausa?

Onde estão os directos, em busca da sábia opinião do doutor macaco, e do profissional de claque mustafa?

O contador de mergulhos pá área, vulgo "fruta cunómetro" de contumil avariou?

O "Edinho" de Santa Maria da Feira abandonou os mergulhos olimpicos?

Alguém foi contra o coates, alguma camisola puxou-lhe o braço?

Esta jornada não houve regressos de jogadores emprestados?

Esta jornada não houve vitórias morais?

Câdê dos apitadores provetas?

E o facebook?

Câdê a azia?.. a pressão, a cobrança, a ameaça, a cara feia?

E cruzadas invasões "pacificas" de campo, não as houve? ... aaah só no hóquei em patins...

Caramba, já ia-me esquecendo, o tremendo espectáculo dos rodeios aos árbitros e escolta policial aos mesmos, foi cancelado?

 

O Benfica manda nisto, mas continua a ser roubado! Os adversários a somar pontinhos e pontos beneficiando de muita vista grossa dos Bois apitadores.  Mandamos nisto tudo, e chegados a Janeiro ainda não somos Tetracampeões... Não bate a bota com a perdigota!

 

Eternamente Sport Lisboa e Benfica

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:30


AGORA ESTÃO MELHOR!...

por BENFICA365, em 29.06.16

Nomeações de árbitros estrangeiros...

Todos os bois do apito, e parasitas que sugam à volta dos tachos da arbitragem, que sustentavam  que o problema fulcral do futebol português eram as nomeações e ou a pessoa do Vitor Pereira, e que este prejudicava a própria arbitragem e os respectivos bois do apito, era mais que hora de mudar, de Vitor Pereira sair, etc, etc...

Adoraria agora de ouvir /ler /ver  as opiniões dessa gentelha que passou principalmente o ano/ época anterior todo em modo anti-vitor pereira sobre esta tomada de decisão.

Aos bois do apito nacionais, foi-lhes (in)directamente passado e certificado um atestado de incompetência.

Foi-lhes passado um certificado de falta de qualidade.

 

Todos os aziados dirigentes que sustentavam o seu insucesso desportivo devido à pessima e ausente liderança de Vitor Pereira nas lides da arbitragem nacional...

Estarei curioso por saber quais serão as reacções dos mesmos, quando o arbitro estrangeiro errar contra as suas equipas.

Ou ainda estarei curioso por saber quais as reacções quando o seu clube teve uma arbitragem isenta.

 

Acompanho os jogos das Ligas principais Europeias de futebol, e é com cada tremenda asneira, vindas do apito de quem comanda a partida, na maior parte das vezes com influência no  desfecho final das partidas. São erros grosseiros às toneladas!

O fenómeno é geral, há erros grosseiros independentemente da nacionalidade do árbitro e ou da Liga em questão.

Agora o que na minha opinião leva uma porção enorme de entendidos da bola, em erro afirmar que os árbitros estrangeiros são melhores, é que nesses jogos não está lá, não está presente o lado emotivo e por vezes irracional que nos leva a ser adepto de um clube.

" Ah, o Real Madrid ganhou com um penaltie inexistente..."

" O Manchester City foi roubado contra o Arsenal..."

" o jogo do Barcelona... tanta confusão e disparidade vindas daquele apito..."

" A Juventus... o árbitro viu e não quis sancionar porque era a Juventus..."

Etc, etc,... assisto porque gosto de futebol, mas em nenhum dos casos, sinto-me emotivamente afectado, nada me tolda o juizo se o árbitro nessas partidas foi incompetente e negativamente decisivo! Consigo perfeitamente dormir que nem um anjo, consigo acordar bem disposto, consigo encarar bem a semana de trabalho...

Foi uma má arbitragem, os erros murcham logo ali, porque não há paixão, não há emoção, não há Benfica!

 

Sei lá, ao invés provavelmente um madrilista, um bávaro, um inglês, etc, observará o mesmo fenómeno ao assistir a um jogo do campeonato nacional. E até dirá que os nossos bois do apito são fantásticos.

Agora por exemplo, apanhar aquele trio, nem sei bem a ordem, creio que foi o inglês, o turco, e finalmente o "broche" alemão, nos jogos decisivos, meias e final da Taça Uefa de 13/14, ai sim, foda-se, para além do sabor da amarga derrota jamais vou esquecer o nome e a puta das ventas do "broche" alemão.

Há desculpas para esse(s) filho(s) da puta(s)?... Não e Não e Não!

Já agora um tanto  ao quanto isoladamente, num post que já vai longo... este mesmo "broche" alemão, validou lá pelas suas terras há uns bons tempos atrás, um golo fantasma ao Leverkusen...quando o remate de cabeça de Stefan Kiessling embateu na rede lateral da baliza do Hoffenheim e no qual a bola acabou por entrar na baliza, mas pelo lado de fora... Vergonhoso! Deve certamente ter um Padrinho na Uefa.

Imaginem, ou tentem passar ou traçar o cenário deste vergonhosa decisão de arbitragem, caso ocorre-se em terras lusas.

 

Em suma, não será a nacionalidade do boi do apito que erradicará ou reduzirá consideravelmente os erros. Não creio que será o apito estrangeiro que vai ajudar a melhorar o futebol nacional.

 

Eternamente Sport Lisboa e Benfica

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:20

O treinador da Académica ao longo da semana prometeu que a sua equipa ia dar tudo dentro de campo frente ao Bi-campeão Nacional. Prometeu que a sua equipa ia "morrer dentro de campo" na busca de pontos.

Aqui nada de novo, é da praxe, são frases usadas e vezadas por todos os intervenientes (presidentes, dirigentes, técnicos, jogadores, adeptos, etc.) desta Liga sempre que enfrentam o Benfica.

Na teoria "morrer dentro de campo" é dar o máximo de si, é lutar até a exaustão, é não desistir, é não virar a cara à luta.

Na prática para o treinador da Académica "morrer dentro de campo" é dar instruções aos seus jogadores  para fingirem-se de "mortos" em campo. Uma táctica suja, sem categoria e carregada de muito embuste.

 

Os jogadores da Académica, com destaque para o seu guarda-redes trigueira abusaram e ridicularizaram as "milhares de vezes" que fingiram estar mortos, passaram mais tempo deitados no relvado com perdas de tempo do que de pé a lutar até a "morte".

Abusaram e ridicularizaram o anti-jogo, o anti-futebol. Neste aspecto foi um (anti)jogo intenso e desgastante a nível psicológico para os nossos técnicos, para os nossos jogadores, para quem deslocou-se ao Estádio e pagou bilhete e para quem assistiu ao jogo pela transmissão televisiva.

Só espero que a postura de "fingir" a morte" dentro de campo, saia premiada com o respectivo funeral: a descida de divisão. A  instituição Académica pode até não merecer,  mas quem tem figurinhas, figurantes e figurões na sua presidência como josé eduardo simões aliado do corrupto ilibado, fica mais perto de sair premiado com o devido castigo. Este pelo menos é o meu desejo: saltem prá segunda, lá estarão melhores e regressem com outro presidente.

 

Está lá um Juíz, (ou pelo menos ditam assim normas), para aplicar as leis do jogo. Para além de aplicar as leis, o juíz deve ter a capacidade de analisar o que cerca / cercou a partida, assim como o juíz deve ter a capacidade de análisar (também), ao longo da partida tudo o que seja anti natura do futebol.

O Juíz deve intervir na defesa do futebol, não deve permitir o anti-jogo, deve ter a capacidade de avaliar a situação e agir em conformidade. Mas logo, ao primeiro sinal. Contudo acontece ( e o Capela não é um caso isolado) precisamente o reverso: o Juíz torna-se acérrimo defensor do anti-jogo com o seu (não) tenaz apito. O Juíz tem por norma defender o não espectáculo. È frustante!

 

Ontem um bom Juíz, após fazer uma análise ponderada do que se passou ao longo de todo o encontro, chegado ao tempo de compensação não premiava uma equipa que não quis saber de jogar, que não quis ganhar, que estava constantemente a simular a "morte" dos seus jogadores, que deu instruções aos meninos apanha bolas para retardar a reposição/entrega da bola, com seis minutos ( e mais alguns ) de compensação. Premiar quem premiou o anti-jogo...não faz sentido! Punir sim, faz sentido!

Pela defesa do futebol e dos seus adeptos essa equipa já estava com o resultado que lutou ao de toda uma partida: a derrota. Essa equipa não merecia o abono e honra de qualquer minuto, digo segundo(!) adicional aos 90´ regulamentares.

Ser Juíz de um encontro de futebol, é muito mais que colocar o mero apito na boca e apitar as infracções às leis do jogo. Dai uma das diferenças entre Juíz e Boi.

 

Eternamente Sport Lisboa e Benfica

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:11


Dobradinha 2016/2017


26ª Taça de Portugal


Tetracampeões


TRICAMPEÕES


BICAMPEÕES


Triplete


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D



Links

UNIVERSO BENFIQUISTA

  •